Concurso TJ-PE 2017 Banca Organizadora

Com o fim do prazo da validade do último concurso desde março de 2016, é hora de intensificar os estudos, pois o edital deve ser publicado já no primeiro semestre de 2017! Vale ressaltar que, o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJ-PE) escolheu o Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC) como organizador para o seu próximo certame.

Vagas e Locais de Provas

Serão 60 vagas para as Carreiras de Técnico e Analista. Consoante a minuta de contrato, os candidatos serão avaliados por meio de provas objetivas, acrescida de prova discursiva ou estudo de caso conforme o cargo. As provas serão aplicadas nas seguintes cidades: Araripina – PE, Arcoverde – PE, Carpina – PE, Caruaru – PE, Garanhuns – PE, Jaboatão dos Guararapes – PE, Limoeiro – PE, Olinda – PE, Palmares – PE, Pesqueira – PE, Petrolina – PE, Recife – PE, Salgueiro – PE, Serra Talhada – PE e Vitória de Santo Antão – PE.

Vamos ver abaixo a lista completa dos cargos disponíveis no Termo de Referência.

Analista Judiciário com nível superior, para as áreas:

– Judiciária

– Advogado

– Assistente Social

– Pedagogo

– Psicólogo

– Analista de Suporte

– Analista de Sistema

– Oficial de Justiça

Técnico Judiciário, com nível médio, para as áreas:

– Judiciária

– Programador de Computador

– Suporte Técnico

Confira as atribuições de cada cargo:

TÉCNICO JUDICIÁRIO/TPJ – JUDICIÁRIA E ADMINISTRATIVA: Desenvolver atividades a fim de fornecer apoio técnico (jurídico e administrativo), favorecendo o exercício da função judicante pelos magistrados e/ou órgãos julgadores e o exercício das funções necessárias ao adequado funcionamento das áreas do Poder Judiciário: Judiciária, Administrativa, Corregedoria, Consultoria e Assessoramento, TI e Comunicação, Gestão de Pessoas e Judicial; Atuar nas audiências, digitar sentenças e outros documentos, acompanhar as diversas fases dos processos e atendimento ao público. Executar outras atividades da mesma natureza e grau de complexidade.

ANALISTA JUDICIÁRIO/APJ – JUDICIÁRIA E ADMINISTRATIVA: Realizar atividades de apoio técnico e administrativo, favorecendo o exercício da função judicante pelos magistrados e/ou órgãos julgadores; Acompanhar as diversas fases dos processos e atendimento ao público; Desenvolver atividades nas áreas: Judicial, Corregedoria, Consultoria e Assessoramento, Gestão de Pessoas, Gestão Judiciária, Gestão Administrativa, TI e Comunicação; Executar outras atividades da mesma natureza e grau de complexidade.

Taxa de Inscrição

A taxa de inscrição não deve ultrapassar R$ 90,00 para os cargos de nível superior e R$ 70,00 para os cargos que exigem nível médio.

Remuneração e benefícios

  • Cargo de Técnico Judiciário – R$4.222,45.
  • Cargo de Analista Judiciário – R$5.502,12.

As funções ainda terão benefícios:

  • Auxílio-alimentação – R$805,14; e
  • Auxílio transporte – R$169,40.

O oficial de justiça também receberá salário R$5.502,12 e auxílio-alimentação, porém, poderá contar ainda com indenização de transporte (R$1.515) e risco de vida (R$541,51).

Imprimir